sábado, 17 de novembro de 2012

Policiamento nos jogos...

Como a grande maioria dos clubes já se deve ter apercebido, com as novas regras do policiamento, já não é obrigatório recrutar o policiamento das forças policiais, quer da GNR ou da PSP, no entanto somos obrigados a manter o policiamento dos jogos, que agora já poderá ser feito por equipas de segurança privadas, como é o caso dos stuarts nos estádios dos campeonatos profissionais, pois ainda na semana passada houve 2 jogos da 1.ª Liga, o Guimarães - Nacional e o Setúbal - Maritimo, que decorreram sem o policiamento habitual.
Ontem estive na Associação de Futebol de Évora e em conversa com o Sr. Presidente sugeri que os Clubes se unissem no sentido de a A.F.Évora sondar as empresas de segurança, no sentido de todos os jogos passagem a ter segurança privada, em vez do tradicional policiamento, pois penso que todos os clubes devem estar a pagar verbas elevadissimas pelo policiamento dos jogos, pois os aumentos na grande maioria dos casos foram brutais, pois sei que há clubes a pagar cerca de 150,00€ por jogo.
Assim meus amigos, cada vez vai ser mais dificil mantermos o futebol nas nossas terras...Se o policiamento deixou de ser obrigatório e se á possibilidade do privado nos sair mais económico, então porque não aproveitamos e fazemos a mudança...
Deixo aqui esta sugestão a todos os clubes do Distrito de Évora.

Francisco Fialho 
(Presidente da C.C.Corval)

5 comentários:

Futebol Distrital disse...

Achei um ótima ideia! Fiz uma postagem no meu blog com essa vossa publicação, espero não existir qualquer tipo de problema.

Cumprimentos
Luis Silveiro

Anónimo disse...

Acho uma boa ideia, e plausível especialmente se tomada por um número considerável de clubes. O policiamento tornou-se de facto caríssimo agora com a obrigatoriedade de três agentes. No nosso caso temos ainda que pagar Kms(!!!) à GNR.
Agora só falta mesmo é romper com o nosso imobilismo tradicional...

Manuel Fialho

Anónimo disse...

A ideia é excelente. Só existe um reparo, como é possivel falar com um sr que não tÊm opinião formada sobre o futebol distrital? que não defende os interesses dos clubes? Penso que o melhor primeiro é pedirmos a saida da direção da AFE e apos uma nova direção com ambição chegarmos a uma solução .

João
Adeto Cabrela

Anónimo disse...

Boa ideia sim senhor...
Mas alguém sabe quanto custa pagar a um elemento de uma empresa de segurança à hora? E as deslocações em quanto fica?

É preciso fazer-se bem as contas em vez de se andar a mandar postas de pescada para o ar...

Anónimo disse...

Acho mal... mesmo muito mal!!! O policiamento aos jogos de futebol é feito para salvaguardar a intigridade fisica dos arbitos, se de facto a GNR ou a PSP nao policiarem os jogos, pergunto eu aqui o que será feito se algum adepto entrar em campo e agredir o arbitro?? Que autoridade têm os seguranças privados para proceder a detenção?? Acredito que muitas pessoas nao sabem, mas ofensas a intigridade fisica de um arbito em plenas funções é CRIME PUBLICO PUNIDO COM PENA DE PRISÃO... se a GNR e a PSP deixarem de policiarem acredito que se existem greves de arbitos, entao vao haver mais.....